25 junho 2014

Padre teria denunciado garoto de programa à polícia por não realizar programa combinado

Na última semana um padre da cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, procurou a polícia relatando ter sido vítima de um estelionato. Ederson da Rosa Pereira, de 34 anos, é padre da Paróquia Santa Catarina e foi atrás da polícia para denunciar um garoto de programa ao qual pagou R$ 800 por um programa que acabou não se realizando.
De acordo com o Diário de Santa Maria a policial militar que registrou a ocorrência conta que foi procurada pelo religioso na Estação Rodoviária de Santa Maria e que ele inicialmente relatou que teria sido vítima de um falso vendedor de produtos de informática.
Ele afirmou que teria feita a compra de produtos de informática de um vendedor que veio de Caxias do Sul para fazer a entrega, no valor de R$ 600. Segundo seu relato inicial, ele teria ido buscar a encomenda na rodoviária ao meio-dia, teria pago o valor ao vendedor e dado uma carona ao vendedor até o Centro e que, depois de realizar o pagamento, o jovem teria dito que ia entregar mais produtos para outros clientes e teria sumido sem entregar os supostos equipamentos.
Pereira afirmou ainda à polícia que, ao voltar à rodoviária à procura do vendedor, foi informado que ele tinha trocado a passagem para Porto Alegre e iria embarcar às 14h30min. De acordo com a ocorrência policial, o padre teria visto o suposto vendedor enquanto conversava com a policial, que abordou o rapaz e conduziu os dois para a delegacia.
Porém, ao prestar depoimento na delegacia, o padre acabou revelando que o rapaz, na verdade, era um garoto de programa que ele teria conhecido pela internet. Ele informou que contratou o jovem para um programa e que pagou a ele um total de R$ 800, que incluiria a passagem dele até a cidade e o programa.
O padre afirma que pediu o dinheiro de volta ao rapaz, mas que ele não aceitou devolver o valor, por ter se deslocado até a cidade.
O assessor da arquidiocese de Santa Maria, padre Silvio Weber, afirma que Pereira nega o caso veementemente. O advogado Clândio da Rosa Teixeira informou ao Diário de
Santa Maria que foi procurado pelo religioso para tratar de um caso sobre estelionato, mas nega a versão registrada no boletim de ocorrência.
Ao negar a versão registrada no boletim de ocorrência de que o padre teria contratado os serviços do garoto de programa, Teixeira afirma que seu cliente estava nervoso e assinou o documento sem ler.
Segundo ele, o padre acionou a polícia por ter sido vítima de estelionato na compra de produtos de informática e que, ao ser conduzido por uma policial militar à Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) descobriu, por ela, que o vendedor era também garoto de programa e que havia ido até a cidade para entregar os produtos de informática e realizar o serviço de prostituição, contratado por outra pessoa.

19 junho 2014

PT acusa Danilo Gentili de “estimular ódio”; apresentador se defende



RIO DE JANEIRO – Danilo Gentili foi posto na 'lista negra' do PT. No site do partido político, Alberto Cantalice, vice-presidente e coordenador das redes sociais da legenda, divulgou um texto condenando as vaias recebidas por Dilma Rousseff na abertura da Copa do Mundo e afirmou que a atitude partiu de formadores de opiniões, como o apresentador do SBT.
O petista acusou o humorista, dentre outros famosos - como Marcelo Madureira e Arnaldo Jabor -, de “estimular setores reacionários e exclusivistas da sociedade brasileira a maldizer os pobres e sua presença cada vez maior nos aeroportos, nos shoppings e nos restaurantes”.
Gentili, por sua vez, lamentou a situação e colocou a boca no trombone contra o PT em seu Facebook: “É oficial: PT quer a minha cabeça. Agora é oficial. A caça às bruxas começou. Não, ninguém vai atirar na Marta Suplicy. É o partido dela que está querendo atirar nos outros. O PT colocou em seu site que quer a minha cabeça - e também a de outros jornalistas e artistas que cometeram o terrível crime de discordar deles. Portanto, se você tem um cérebro e é alfabetizado, cuidado! Você pode ser o próximo”.
E continuou: “Eles dizem no site deles que eu devo ser perseguido porque odeio pobres. Se fosse verdade que eu só gosto de ricos, eu seria amigo do filho do Lula. Mas a real é que o PT está oficialmente encorajando seus eleitores a me agredirem e hostilizarem pelas ruas. E dá até medo. Se os eleitores do PT conseguiram f**** um país inteiro, imagina o que não podem fazer comigo”.
O apresentador finalizou seu texto debochando da legenda: “Mas mesmo assim preciso dizer que acho demais estar na lista negra do PT. Estar na lista negra do PT é como ser algo que está no meio da podridão, sofrendo ataques constantes e, ainda assim, resiste. É como se eu fosse o fígado do Lula. Enfim, PT, vocês querem minha cabeça? Podem vir pegar. Mas não venham usando camisetas com foto da Dilma, senão a cabeça que querem estará mole”.

RIO DE JANEIRO – Danilo Gentili foi posto na 'lista negra' do PT. No site do partido político, Alberto Cantalice, vice-presidente e coordenador das redes sociais da legenda, divulgou um texto condenando as vaias recebidas por Dilma Rousseff na abertura da Copa do Mundo e afirmou que a atitude partiu de formadores de opiniões, como o apresentador do SBT.
O petista acusou o humorista, dentre outros famosos - como Marcelo Madureira e Arnaldo Jabor -, de “estimular setores reacionários e exclusivistas da sociedade brasileira a maldizer os pobres e sua presença cada vez maior nos aeroportos, nos shoppings e nos restaurantes”.
Gentili, por sua vez, lamentou a situação e colocou a boca no trombone contra o PT em seu Facebook: “É oficial: PT quer a minha cabeça. Agora é oficial. A caça às bruxas começou. Não, ninguém vai atirar na Marta Suplicy. É o partido dela que está querendo atirar nos outros. O PT colocou em seu site que quer a minha cabeça - e também a de outros jornalistas e artistas que cometeram o terrível crime de discordar deles. Portanto, se você tem um cérebro e é alfabetizado, cuidado! Você pode ser o próximo”.
E continuou: “Eles dizem no site deles que eu devo ser perseguido porque odeio pobres. Se fosse verdade que eu só gosto de ricos, eu seria amigo do filho do Lula. Mas a real é que o PT está oficialmente encorajando seus eleitores a me agredirem e hostilizarem pelas ruas. E dá até medo. Se os eleitores do PT conseguiram f**** um país inteiro, imagina o que não podem fazer comigo”.
O apresentador finalizou seu texto debochando da legenda: “Mas mesmo assim preciso dizer que acho demais estar na lista negra do PT. Estar na lista negra do PT é como ser algo que está no meio da podridão, sofrendo ataques constantes e, ainda assim, resiste. É como se eu fosse o fígado do Lula. Enfim, PT, vocês querem minha cabeça? Podem vir pegar. Mas não venham usando camisetas com foto da Dilma, senão a cabeça que querem estará mole”.RIO DE JANEIRO – Danilo Gentili foi posto na 'lista negra' do PT. No site do partido político, Alberto Cantalice, vice-presidente e coordenador das redes sociais da legenda, divulgou um texto condenando as vaias recebidas por Dilma Rousseff na abertura da Copa do Mundo e afirmou que a atitude partiu de formadores de opiniões, como o apresentador do SBT.
O petista acusou o humorista, dentre outros famosos - como Marcelo Madureira e Arnaldo Jabor -, de “estimular setores reacionários e exclusivistas da sociedade brasileira a maldizer os pobres e sua presença cada vez maior nos aeroportos, nos shoppings e nos restaurantes”.
Gentili, por sua vez, lamentou a situação e colocou a boca no trombone contra o PT em seu Facebook: “É oficial: PT quer a minha cabeça. Agora é oficial. A caça às bruxas começou. Não, ninguém vai atirar na Marta Suplicy. É o partido dela que está querendo atirar nos outros. O PT colocou em seu site que quer a minha cabeça - e também a de outros jornalistas e artistas que cometeram o terrível crime de discordar deles. Portanto, se você tem um cérebro e é alfabetizado, cuidado! Você pode ser o próximo”.
E continuou: “Eles dizem no site deles que eu devo ser perseguido porque odeio pobres. Se fosse verdade que eu só gosto de ricos, eu seria amigo do filho do Lula. Mas a real é que o PT está oficialmente encorajando seus eleitores a me agredirem e hostilizarem pelas ruas. E dá até medo. Se os eleitores do PT conseguiram f**** um país inteiro, imagina o que não podem fazer comigo”.
O apresentador finalizou seu texto debochando da legenda: “Mas mesmo assim preciso dizer que acho demais estar na lista negra do PT. Estar na lista negra do PT é como ser algo que está no meio da podridão, sofrendo ataques constantes e, ainda assim, resiste. É como se eu fosse o fígado do Lula. Enfim, PT, vocês querem minha cabeça? Podem vir pegar. Mas não venham usando camisetas com foto da Dilma, senão a cabeça que querem estará mole”.RIO DE JANEIRO – Danilo Gentili foi posto na 'lista negra' do PT. No site do partido político, Alberto Cantalice, vice-presidente e coordenador das redes sociais da legenda, divulgou um texto condenando as vaias recebidas por Dilma Rousseff na abertura da Copa do Mundo e afirmou que a atitude partiu de formadores de opiniões, como o apresentador do SBT.
O petista acusou o humorista, dentre outros famosos - como Marcelo Madureira e Arnaldo Jabor -, de “estimular setores reacionários e exclusivistas da sociedade brasileira a maldizer os pobres e sua presença cada vez maior nos aeroportos, nos shoppings e nos restaurantes”.
Gentili, por sua vez, lamentou a situação e colocou a boca no trombone contra o PT em seu Facebook: “É oficial: PT quer a minha cabeça. Agora é oficial. A caça às bruxas começou. Não, ninguém vai atirar na Marta Suplicy. É o partido dela que está querendo atirar nos outros. O PT colocou em seu site que quer a minha cabeça - e também a de outros jornalistas e artistas que cometeram o terrível crime de discordar deles. Portanto, se você tem um cérebro e é alfabetizado, cuidado! Você pode ser o próximo”.
E continuou: “Eles dizem no site deles que eu devo ser perseguido porque odeio pobres. Se fosse verdade que eu só gosto de ricos, eu seria amigo do filho do Lula. Mas a real é que o PT está oficialmente encorajando seus eleitores a me agredirem e hostilizarem pelas ruas. E dá até medo. Se os eleitores do PT conseguiram f**** um país inteiro, imagina o que não podem fazer comigo”.
O apresentador finalizou seu texto debochando da legenda: “Mas mesmo assim preciso dizer que acho demais estar na lista negra do PT. Estar na lista negra do PT é como ser algo que está no meio da podridão, sofrendo ataques constantes e, ainda assim, resiste. É como se eu fosse o fígado do Lula. Enfim, PT, vocês querem minha cabeça? Podem vir pegar. Mas não venham usando camisetas com foto da Dilma, senão a cabeça que querem estará mole”.RIO DE JANEIRO – Danilo Gentili foi posto na 'lista negra' do PT. No site do partido político, Alberto Cantalice, vice-presidente e coordenador das redes sociais da legenda, divulgou um texto condenando as vaias recebidas por Dilma Rousseff na abertura da Copa do Mundo e afirmou que a atitude partiu de formadores de opiniões, como o apresentador do SBT.
O petista acusou o humorista, dentre outros famosos - como Marcelo Madureira e Arnaldo Jabor -, de “estimular setores reacionários e exclusivistas da sociedade brasileira a maldizer os pobres e sua presença cada vez maior nos aeroportos, nos shoppings e nos restaurantes”.
Gentili, por sua vez, lamentou a situação e colocou a boca no trombone contra o PT em seu Facebook: “É oficial: PT quer a minha cabeça. Agora é oficial. A caça às bruxas começou. Não, ninguém vai atirar na Marta Suplicy. É o partido dela que está querendo atirar nos outros. O PT colocou em seu site que quer a minha cabeça - e também a de outros jornalistas e artistas que cometeram o terrível crime de discordar deles. Portanto, se você tem um cérebro e é alfabetizado, cuidado! Você pode ser o próximo”.
E continuou: “Eles dizem no site deles que eu devo ser perseguido porque odeio pobres. Se fosse verdade que eu só gosto de ricos, eu seria amigo do filho do Lula. Mas a real é que o PT está oficialmente encorajando seus eleitores a me agredirem e hostilizarem pelas ruas. E dá até medo. Se os eleitores do PT conseguiram f**** um país inteiro, imagina o que não podem fazer comigo”.
O apresentador finalizou seu texto debochando da legenda: “Mas mesmo assim preciso dizer que acho demais estar na lista negra do PT. Estar na lista negra do PT é como ser algo que está no meio da podridão, sofrendo ataques constantes e, ainda assim, resiste. É como se eu fosse o fígado do Lula. Enfim, PT, vocês querem minha cabeça? Podem vir pegar. Mas não venham usando camisetas com foto da Dilma, senão a cabeça que querem estará mole”.Por atrasos, Bruna Marquezine causa insatisfação nos bastidores de “Em Família” - 1 (© Divulgação TV Globo)
Próxima
Anterior